Terça-Feira
14 / 08 / 2018

Polícia

Juiz aceita denúncia e acusado de matar Aretha Dantas vira réu

A Justiça chegou a negar o pedido da defesa de realizar um teste de insanidade mental para o acusado. A vítima sofria violência por parte do acusado e chegou a denunciar. 

13/06/2018 - Edivan Araujo


Aretha Dantas
Foto: Cidadeverde

O juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina, Antônio Nolêto, recebeu a denúncia contra o suspeito de matar a cabeleireira Aretha Dantas, Paulo Alves dos Santos Neto, que agora responderá como réu perante a Justiça por homicídio qualificado por feminicídio. 

A informação foi confirmada pelo advogado da família, Marcos Vinicius Nogueira. O juiz já intimou a defesa do réu que deverá apresentar os argumentos nos próximos dias.

“Após essa fase o réu deverá prestar depoimentos ao juiz”, conclui o advogado.

A denúncia do Ministério Público foi entregue à Justiça no último dia 05 de junho e tem a frente o promotor Benigno Filho. Paulo Neto é acusado de matar a cabeleireira Aretha Dantas na madrugada do dia 15 de maio com facadas e depois jogar seu corpo na Avenida Maranhão, onde a esmagou com o veículo, como forma de simular um atropelamento.

A Justiça chegou a negar o pedido da defesa de realizar um teste de insanidade mental para o acusado. A vítima sofria violência por parte do acusado e chegou a denunciar. 

Paulo Alves dos Santos Neto

 

Cidadeverde

Comentários
Não encontramos nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Polícia: Veja também
Facebook
Copyright - © - 2011 - 2018 AgoraED. Todos os direitos reservados.
Endereço: Rua XX, Quadra 16 Casa 39
Bairro Belo Norte - Picos - Piauí
Telefone (89) 9 8101-8323
Email: agoraed@hotmail.com
Recação AgoraED "A informação acima de tudo".
Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal.
Os demais não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.