Sexta-Feira
17 / 08 / 2018

Esportes

Libertadores: Cruzeiro elimina Vasco com goleada e torcida briga em São Januário

Foi a terceira goleada por 4 a 0 que o Vasco levou na Libertadores.

03/05/2018 - Edivan Araujo


O Vasco precisava vencer a qualquer custo para torcer por vitórias do Racing e chegar à improvável classificação.
Foto: Reprodução Cidade Verde

De forma melancólica e com uma rodada antes do término da fase de grupos, o Vasco está eliminado da Copa Libertadores-2018. A condenação cruz-maltina veio com uma dolorosa derrota para o Cruzeiro, por 4 a 0, em São Januário. Como empatou dois dos cinco jogos no Grupo 5, a equipe vascaína não tem mais chance de classificação e permanece na última colocação, com apenas dois pontos.

Foi a terceira goleada por 4 a 0 que o Vasco levou na Libertadores. As outras foram para Jorge Wilstermann, na fase preliminar, e Racing.

A triste jornada vascaína teve um time jogando mal, erro de arbitragem, xingamentos da torcida, jogo interrompido por confusão na arquibancada e olé ainda no primeiro tempo.

O Vasco, que ainda cumprirá tabela contra a Universidad de Chile, despede-se da fase de grupos da Libertadores sem vencer em São Januário: foram duas derrotas e um empate.

Para não dizer que não tem mais nada a fazer na competição, o Vasco poderá ficar em terceiro no grupo, caso vença La U, ganhando como prêmio de consolação uma das vagas na Sul-Americana.

O Vasco precisava vencer a qualquer custo para torcer por vitórias do Racing e chegar à improvável classificação. Por mais difícil que a tarefa fosse, o torcedor ainda acreditava, mas o sonho virou pesadelo rapidamente.

Um gol irregular abalou o time. Léo estava impedido ao receber cruzamento de Egídio e, aos 15 minutos, abrir o placar. O Vasco se perdeu, a organização virou fumaça. Com tranquilidade, Thiago Neves marcou o segundo gol. A tensão, então, tomou conta de São Januário.

A torcida perdeu a paciência até mesmo com a e lesão do meia Evander, aos 27 minutos, e xingou o jogador. Pouco depois do terceiro gol do Cruzeiro — um chute certeiro de Sassá de fora da área — o comportamento na arquibancada desandou: “time sem vergonha” foi um dos gritos. Uma confusão entre torcedores interrompeu o jogo por seis minutos. E ainda teve “olé”, pouco antes do intervalo.

No segundo tempo, Sassá voltou a aprontar, fez o quarto gol e colocou uma pá de cal na Libertadores vascaína.

Fonte: Extra

Comentários
Não encontramos nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Esportes: Veja também
Facebook
Copyright - © - 2011 - 2018 AgoraED. Todos os direitos reservados.
Endereço: Rua XX, Quadra 16 Casa 39
Bairro Belo Norte - Picos - Piauí
Telefone (89) 9 8101-8323
Email: agoraed@hotmail.com
Recação AgoraED "A informação acima de tudo".
Somente os artigos não assinados são de responsabilidade deste portal.
Os demais não representam necessariamente a opinião desta editoria e são de inteira responsabilidade de seus autores.